top of page
Buscar
  • Foto do escritorEscola Constructor

O Isolamento Social e nossa Saúde Mental e Física

Devido às recomendações da OMS devemos ficar em casa para prevenir a propagação pandêmica do vírus Covid-19. Sabemos que devemos evitar aglomerações sociais, e manter a calma, para evitarmos propagar o pânico. Hoje nos deparamos com uma situação completamente inusitada na qual muitos de nós devem interromper as atividades facultativas e laborais e ficar em casa, porém não estamos de férias, ou seja, não podemos sair a passear, renovar os ares, realizar aquelas atividades favoritas de nossos filhos como ir à pracinha do bairro, por exemplo.

Esta nova situação de ficar em isolamento sem os recursos acima mencionados pode se tornar um grande desafio para nossa paciência, e saiba de uma coisa, isto é normal. Pois, além de nós adultos termos que gerenciarmos com a seguridade da saúde de nossa família, temos também que lidar com nossas angústias e medos. Para todos nós, a situação é um desafio e tanto, e para as crianças também, já que estão tendo que apreender a lidar com seus corpinhos dentro de casa enquanto esta situação de isolamento perdure.

Então, pensando nos desafios que venho aqui a deixar umas dicas para contribuir com o sustento da saúde física e mental das famílias:

- Durante esta fase de reclusão é muito importante manter uma rotina de horários. Hora de alimentação e rotina de sono, nosso cérebro precisa de organização, para reduzir o estresse.

- Manter rotina de exercícios físicos. Crie estratégias para juntar sua família nesta atividade, lembrando que criança precisa exercitar no mínimo uma hora por dia, enquanto que adultos um mínimo de 30 minutos.

- Se possível tome sol, em média 10 a 15 minutos por dia, isto é preciso para produzir vitamina D. Sabemos que a falta desta vitamina pode estar associada a quadros depressivos, além de contribuir para redução de estresse.

- Assista séries ou filmes que levantem seu ânimo, a ideia é evitar mais pensamentos de preocupação ou angústia.

- Dedique tempo especial para brincar com seus filhos, descubram brincadeiras junto.

- Auxilie seus filhos nos temas de casa propostos pela escola, estabelecendo horários para isso, lembrando que assim como adultos precisam de organização, também as crianças, pois eles estão em processo de crescimento e formação.

- Mantenha o contato virtual com amigos e parentes e neste quesito também auxilie a seu filho para fazer chamada por vídeo com seus amiguinhos para que ele também socialize e se divirta.

- Nutra pensamentos de esperanças e estimule seus filhos a falarem seus sentimentos.

- Retome algum projeto antigo e aproveite a desenvolvê-lo, fazendo um pouco por vez, e ensine a seu filho que ele também pode criar um projeto na área que ele tiver interesse.


Aproveitemos este tempo que a quarentena nos confina para estarmos mais conectados conosco mesmos assim com nossos afetos, e claro não se esqueça de olhar a sua volta e ver quem está precisando de uma ajudinha, pois certamente sairemos desta fase muito mais fortes e confiantes.

Dicas adicionais: extraídas do curso online do AVASUS, dedicado à especialização de profissionais da saúde.


Como posso me proteger de infecções?

- Lave as mãos com água e sabão ou esfregue com álcool gel.

- Cubra a boca e o nariz com máscara cirúrgica, lenço de papel, e mantenha a manga ou o cotovelo dobrado quando tossir ou espirrar.

- Evite contato próximo desprotegido com alguém desenvolvendo um resfriado ou sintomas de gripe e busque atenção médica se tiver febre, tosse e dificuldade respiratória.

- Quando visitar feiras de animais, evite contato direto desprotegido com animais vivos e superfícies que têm contato com os animais.

- Cozinhe bem a sua comida, especialmente as carnes.


Lucía Vanesa Vazquez

Psicóloga CRP/30813

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page